precisava de um dom

Amava, mesmo de verdade, ter o dom da costura. Ser capaz de pegar numa peça de roupa, nova ou velha, e transforma-la numa outra peça nova e gira. Conheço quem faça isso e, com muita simplicidade e criatividade, faz roupa à medida e ao seu próprio gosto. A única coisa que, alguma vez, consegui fazer foi desmanchar um casaco de cabedal, que não usava, na esperança de fazer uma carteira gira ou qualquer outra coisa assim do género. O casaco ficou todo desmanchado, as peças guardei-as num saco e a carteira gira nunca surgiu. Também desmanchei uma camisola (caríssima) de lã  às cores e mandei fazer uma espécie de cachecol bastante largo e comprido. Ficou uma coisa tão esquisita que nunca consegui usar aquilo. Agora, penso que aquela tira colorida ficava bem mais gira se fosse transformada em 2 almofadas. Ter um dom era bom. Não fazer disparates era bem melhor.

Anúncios

Sobre Juana

Esta é a minha vida, aquilo em que acredito. O mundo dá voltas, a vida passeia pelo fio dos dias e das horas e eu vou tentando manter o equilíbrio. Sempre na corda bamba.
Esta entrada foi publicada em dia a dia, reflexões. ligação permanente.

Uma resposta a precisava de um dom

  1. luisa diz:

    Também queria ter esse dom, mas o facto é que não me ajeito muito na costura.

comentários

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s