carta das finanças

Receber uma carta das finanças é sempre mau agoiro. Pois os senhores das finanças lembraram-se ou foram verificar [eu ainda vou verificar a situação também] que um qualquer imposto do ano de 2008, referente à minha viatura de então [paz à sua alma, porque foi para abate vai para três anos], ficou por pagar no respetivo serviço. Diz-me a cartinha que vou pagar o imposto com juros de mora, desde 2008. Não sei se tenha vontade de rir muito, de reclamar, de os injuriar verbalmente, olhos nos olhos, ou simplesmente ignorar a carta e deita-la no lixo. A verdade, verdadinha é que quando li a carta só pensei:- “p.q.o.p.“. Deu-me o tal frio no coração, que é sempre mau sinal.

Anúncios

Sobre Juana

Esta é a minha vida, aquilo em que acredito. O mundo dá voltas, a vida passeia pelo fio dos dias e das horas e eu vou tentando manter o equilíbrio. Sempre na corda bamba.
Esta entrada foi publicada em dia a dia com as etiquetas . ligação permanente.

comentários

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s