cheguei

…a casa quase “morta”. A dor nos pés quase me impediu de dormir, mas o cansaço era tanto, mas tanto, que depois do duche e após alguns minutos de sofrimento aterrei nos braços de morfeu e só acordei de manhã. Bem disposta. Já cheirei a minha roupa de ontem, cheira a ketchup, maionese e mostarda, a cachorro quente, pizza, a caldo verde, broa, chouriço assado e cozido em vinho, alheira grelhada, bifanas, sardinha assada, porco no espeto… . Em tempos de crise os portugueses continuam a gostar de uma boa festarola. De preferência  com bons petiscos, bem regados a minis. Tornei-me perita a fazer cachorros quentes em série. Ah, e estreei-me a vender “minis”.  E siga a vida.

Anúncios

Sobre Juana

Esta é a minha vida, aquilo em que acredito. O mundo dá voltas, a vida passeia pelo fio dos dias e das horas e eu vou tentando manter o equilíbrio. Sempre na corda bamba.
Esta entrada foi publicada em dia a dia com as etiquetas , , . ligação permanente.

2 respostas a cheguei

  1. Quanto aos pésm compra peditratos…salva qualquer dor e ferida dos pés. Salvou-me dias seguidos a trabalhar 14 horas em pé no aeroporto.
    Quanto à festarola…isso é que é! Dava a minha unha por uma febra, um caldo verde, e o cheiro a santos populares, oh se dava!!!

  2. Juana diz:

    não foi uma festa de santos populares, mas uma feira tradicional (noturna) e acredito que tenhas muitas saudades. foi só trabalho e mais trabalho, não gozei nada. obrigada pelo conselho e vou comprar porque detesto sofrer de dores nos pés.

comentários

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s