ele

…era mais do que um vizinho, era um amigo. Nunca mais o vou ver ao sair de casa, pela manhã, “olá vizinho, até logo” dizia eu. “Adeus vizinha porte-se bem”, respondia-me ele. Ontem a filha disse-me: “Cuida-lhe das roseiras. A poda é em janeiro.” “Mas como, se eu não sei podar?” respondi aflita com tamanha responsabilidade. “Ao menos deita água nas roseiras”. É o mínimo que possso fazer pelo meu vizinho. Nunca mais o vou ver entre as suas flores, orgulhoso do precioso dom que fazia brotar verdadeiras belezas da terra. “Adeus vizinho”.

Anúncios

Sobre Juana

Esta é a minha vida, aquilo em que acredito. O mundo dá voltas, a vida passeia pelo fio dos dias e das horas e eu vou tentando manter o equilíbrio. Sempre na corda bamba.
Esta entrada foi publicada em dia a dia com as etiquetas . ligação permanente.

Uma resposta a ele

  1. Perdeste um vizinho, ganhaste as rosas dele, cuida-as!

comentários

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s